FORGOT YOUR DETAILS?

Viva em Portugal.

Tire o seu visto português.

O Cidadania Já te ajudar a obter esse sonho!
Quem tem direito ao visto potuguês?

Os casos abaixo representam os mais comuns, mas para ter certeza, faça o nosso teste ;)

D7: Aposentado/titular de renda

Esse é o caso mais simple em relação à obtenção de visto. O maior requerimento que se tenha comprovado em imposto de renda ou conta bancária portuguesa, um saldo de 8.120 euros anual

D2: Imigrantes empreendedores

Para aprovação desse visto é necessário ter um investimento de no mínimo 5 mil euros, e que tenha um bom plano de negócios. Além disso, o requisito principal para darmos entrada no visto e conseguir a aprovação, é a renda.

Visto de estudante/trabalho

Para quem tem carta convite de uma faculdade, promessa ou contrato de trabalho em Portugal. É imprescindível ter essa documentação para dar entrada nesse visto.

Golden Visa

Podem requerer o golden visa todos os cidadão estrangeiros que exerçam uma atividade de investimento, pessoalmente, ou através de uma sociedade constituída em Portugal , e pelo menos um dos requisitos quantitativos previstos na legislação aplicável.

+450 Cidadanias

Desde 2016, já trabalhamos em mais de 450 casos de cidadania portuguesa, dos mais simples aos mais complexos, assim como diversos casos de visto. Somos os mais capacitados para te ajudar na obtenção da sua!

Quem somos

Somos uma empresa formada por jovens focados em utilizar as mais modernas práticas empresariais para trazer eficiência parao processo de obtenção de cidadania portuguesa.

O Que Fazemos

Simples! Ajudamos todos os descendentes portugueses a obterem a sua cidadania portuguesa de uma forma simples e prática. E claro, com toda segurança. Documentação, entrada diretamente em Portugal, deixe tudo com a gente!

Tudo sobre visto

Somos movidos pela paixão em ajudar famílias a se mudarem para Portugal em busca de uma nova vida. Queremos ser a ponte que une os 2 países. Nosso objetivo é te ajudar!

 

Entre 60-90 dias.

R: Processo de visto é realizado no Consulado e é necessário ser o mais próximo de onde a pessoa reside. Leva em média de 60 a 90 dias para ser finalizado.

Tipos de visto

  1. Visto D7: direcionado a aposentados e/ou titulares de rendimento. Estes poderão usufruir do estatuto de residentes não habituais e, assim, serem isentos de tributação relativa a esses rendimentos ou pensões obtidos fora de Portugal, desde que já tenham sido tributados em seu país de origem. É necessário que se tenha comprovado em imposto de renda ou conta bancária portuguesa, um saldo de 8.120 euros anual.
  2. Visto D2: O visto D2, para imigrantes empreendedores, visa proporcionar uma autorização de residência a estrangeiros que tenham efetuado operações de investimento, ou comprovem possuir meios financeiros disponíveis em Portugal, incluindo os decorrentes de financiamento obtido junto de instituição financeira em Portugal, e demonstrem, por qualquer meio, a intenção de proceder a uma operação de investimento em território português. A concessão ou indeferimento do pedido de visto levará em conta a relevância económica e social do investimento feito ou proposto. O fato de ter aberto uma empresa em Portugal não é, por si só, garantia de que o visto será concedido. Para aprovação desse visto é necessário ter um investimento de no mínimo 5 mil euros, e que tenha um bom plano de negócios. Além disso, o requisito principal para darmos entrada no visto e conseguir a aprovação, é a renda. É necessário que o requerente do visto comprove rendimentos em imposto de renda ou em conta bancária portuguesa, o valor de 8.120 euros anual. Que equivale a mais ou menos R$40.000,00.
  3. Visto de estudante: Se pretende estudar em Portugal por um período superior a um ano, irá pedir um Visto de Residência. Se por outro lado, pretende estudar em Portugal por um período inferior ou igual a um ano, irá pedir um Visto de Estada Temporária. Os beneficiários de bolsa de estudos atribuídas pela CAPES ou pelo Estado Português têm isenção de pagamento de algumas taxas referentes aos custos administrativos relativos ao tratamento do pedido de visto. Podem também ser isentos de algumas taxas dos vistos concedidos para a realização de atividades de investigação, para beneficiários de bolsa de estudos, assim como para investigadores que possuam contrato de investigação assinado com um centro de investigação.
  4. Visto de trabalho: para quem tem promessa ou contrato de trabalho em Portugal. É imprescindível ter essa documentação para dar entrada nesse visto.
  5. Golden visa: Podem requerer o golden visa todos os cidadão estrangeiros que exerçam uma atividade de investimento, pessoalmente, ou através de uma sociedade constituída em Portugal ou em outro Estado-membro da UE e com estabelecimento estável em Portugal, e pelo menos um dos requisitos quantitativos previstos na legislação aplicável.

Regras gerais

O investimento pode se dar da seguinte forma:

- comprando 1 ou mais imóveis > desde que a soma dos imóveis seja de pelo menos 500 mil euros.(podem ser usado como investimento para ser alugado, por exemplo)

- abrir uma empresa que crie pelo menos 10 empregos com contrato. Não existe um mínimo de investimento, essa é a parte boa.

- por aplicação financeira, onde é necessário um investimento de pelo menos 1 milhão de euros.

- investimento em pequenas e médias empresas é possível com investimentos a partir de 500 mil euros.

- investigação científica para quem quer investir 350 mil euros no mínimo em investigação científica.

 Regras gerais do golden visa:

- qualquer uma destas opções acima, pressupõe um período mínimo de 5 anos.

- o golden visa é atribuído para um período de 1 ano e depois renovado por 2 períodos sucessivos de 2 anos. Depois desse período é atribúido a nacionalidade portuguesa.

- permanência anual de no mínimo 7 dias em Portugal.

- em todos os casos o valor a ser investido não pode ser financiado.

Informações básicas

Reagrupamento Familiar é um tipo de processo pelo qual a família que está a cargo do requerente de visto, possa morar em Portugal. Os familiares de titulares de vistos de estada temporária não têm direito ao Reagrupamento Familiar.

Funciona da seguinte forma:

  • Cônjuge: 50% da renda para comprovação dos meios de subsistência.
  • Filhos menores de idade ou maiores de idade com vínculo estudantil em Portugal: 30% da renda para comprovação dos meios de subsistência.

 

Informações importantes:

 

A autorização de residência e reagrupamento familiar, são feitos diretamente em Portugal, junto ao SEF. O processo de visto leva em média de 60 a 90 dias para ser finalizado. Assim que o visto está em mãos, é necessário sair do Brasil dentro de 120 dias.

A renda é um requisito de extrema importância, que garante praticamente 100% da aprovação do visto. É necessário que se tenha comprovado em imposto de renda e/ou conta bancária portuguesa, um saldo de 8.120 euros anual.

Praticidade.
Agilidade.
Confiabilidade.

Para nós, não basta apenas realizar o serviço. Queremos te ajudar a obter a cidadania portuguesa da forma mais prática, rápida e confiável possível! 

Somos a maior empresa de cidadania portuguesa do Brasil

Somos movidos pela paixão em ajudar famílias a promoverem e exaltarem a sua nacionalidade portuguesa. Queremos ser a ponte que une os 2 países para qualquer descendente de português. Tire a sua cidadania conosco e seja mais um dos nossos clientes realizados.

 
0

Famílias foram ajudadas pelo Cidadania Já, até hoje. 

TOP