Educação em Portugal: escolas e faculdades

Share

Estudar na Europa pode ser um sonho real! A educação em Portugal possui um ótimo índice de qualidade de ensino, o país tem boas escolas públicas e particulares.

Para quem procura estudar no exterior, Portugal surge como uma excelente opção. A proximidade da língua é uma vantagem enorme, facilitando a comunicação e a adaptação de mudança para um novo país e uma nova cultura.

MATRÍCULAS

O ano letivo em Portugal é diferente do que conhecemos aqui no Brasil, e consequentemente o período das matrículas também é!

As matrículas escolares ou universitárias em Portugal começam em abril e vão até junho. Ou seja, se for possível, planeje sua chegada para esses meses e não tenha problemas com essa questão.

Quanto ao calendário de estudo, seja escola ou ensino superior, o primeiro semestre inicia-se em setembro e se estende até janeiro, enquanto o segundo semestre tem início em fevereiro e vai até junho.

ESCOLAS PORTUGUESAS

Para quem está de mudança para Portugal, e pretende vir com crianças ou adolescentes, é de extrema importância saber como funcionam as escolas no país. Quais são os documentos necessários para a matrícula, e como funciona o ano letivo.

Primeiramente é preciso saber que existem escolas públicas e privadas – diferentes das universidades, que há uma anuidade a se pagar. Ambas possuem um excelente índice de qualidade e proporcionam a alunos imigrantes uma adaptação segura e rápida.

Documentos necessários para matrícula em uma escola portuguesa:

  • NIF
  • PB4
  • Passaporte
  • 2 fotos 3×4
  • Carteira de vacinação
  • Histórico escolar apostilado
  • Comprovante de residência de Portugal
  • Ficha de matrícula preenchida (fornecida pela escola escolhida)

A educação em Portugal é dividida em 3 ciclos, inicia-se com o ensino básico (equivalente ao Ensino Fundamental no Brasil), destinado a crianças entre 6 até 15 anos e conta com três ciclos:

  • 1º Ciclo – 1º ao 4º ano
  • 2º Ciclo – 5º e 6º ano
  • 3º Ciclo – 7º ao 9º ano

Após o término do ensino básico, o adolescente está apto para iniciar o ensino secundário (ensino médio no Brasil), que vai do 10º ao 12º ano.

Neste período o aluno deve optar por qual área de estudo quer seguir, levando em conta suas habilidades e possíveis opções relacionadas à futura graduação escolhida. São elas: tecnológico, artístico, especializado, profissional e científico-humanístico.

Após terminar o ensino secundário, o adolescente já pode iniciar sua graduação.

UNIVERSIDADES PORTUGUESAS

Portugal possui seis faculdades na lista de melhores universidades do mundo, sendo elas: Universidades de Lisboa, do Porto, do Minho, de Aveiro, de Coimbra e a Universidade Nova de Lisboa também.

Inúmeros brasileiros escolhem estudar em Portugal, seja pelo reconhecimento das instituições ou pela oportunidade de viver no exterior. A educação em Portugal oferece oportunidades de crescimento pessoal e profissional nas áreas de interesse, incluindo programas de intercâmbio internacional e campos de pesquisa avançada.

Contudo, diferente do Brasil, não existe faculdade gratuita em Portugal. Até mesmo nas públicas, há um valor a ser pago que eles chamam de propina, a anuidade, onde as universidades permitem que o pagamento possa ser dividido em até 10 parcelas – atualmente o valor da propina está em € 697.

Estudar em Portugal pode ser uma opção economicamente vantajosa em comparação com outras universidades na Europa. As propinas (mensalidades) em universidades portuguesas são geralmente mais acessíveis, variando de € 1.037,50 a € 7.000 por ano, dependendo do curso escolhido. Isso representa uma economia significativa em comparação com os custos de propinas em muitos outros países europeus.

Quais as formas possíveis de entrar em uma universidade em Portugal?

  • Usando a nota do Enem
  • Por meio de uma bolsa de estudos
  • Passando pelo processo tradicional de ingresso

Aqui você confere lista completa de faculdades em Portugal que aceitam o ENEM.

Em relação à diversidade de cursos, no geral, os brasileiros podem fazer qualquer tipo de curso em Portugal, exceto medicina e medicina veterinária.

Esses cursos não estão disponíveis para estrangeiros que entram pelo ENEM. A única forma de cursor medicina ou medicina veterinária é se candidatando pelo Concurso Nacional – que exige você faça o vestibular da universidade específica que deseja ingressar e, além disso, a comprovação de residência no país com estatuto de igualdade ou ter a sua cidadania europeia.

Documentos necessários para matrícula em uma universidade portuguesa:

  • Seguro Saúde e/ou seguro viagem
  • Comprovante de possíveis vacinas
  • Comprovante do resultado no Enem
  • Diploma da conclusão do ensino médio brasileiro
  • Cópia de um documento de identificação com foto (como passaporte ou RG)
  • Declaração informando que o candidato não tem nacionalidade portuguesa e que possui os pré-requisitos exigidos

Lembrando que, ao tirar a sua cidadania portuguesa, estudar em Portugal ou em qualquer outro país da União Europeia fica muito mais fácil! Além disso, você se torna apto para concorrer a bolsas de estudo e participar de concursos públicos destinados exclusivamente para cidadãos europeus.