Preciso saber falar italiano para tirar a cidadania italiana?

Share

Muitas pessoas têm dúvida sobre a necessidade de saber falar italiano para obter o reconhecimento da cidadania. A resposta é: depende. Em alguns casos, o conhecimento da língua não é necessário, enquanto em outros é obrigatório.

Existem cinco formas distintas de adquirir a cidadania italiana, cada uma com seus requisitos específicos. Em determinadas situações, como na obtenção da cidadania por descendência (jus sanguinis), não é necessário apresentar certificado de proficiência em italiano. No entanto, em outras vias, como falaremos mais a frente, para que seja possível dar prosseguimento no processo, é exigida a comprovação do nível B1 de conhecimento do idioma, através de um certificado emitido pelos órgãos responsáveis.

Mas afinal, o que é esse certificado B1?

Antes de tudo é importante entender o que é o B1. É um documento oficialmente reconhecido pelo Ministério das Relações Exteriores da Itália, que atesta a proficiência da língua italiana.

O B1 corresponde ao nível básico de competência e entendimento do idioma. Isso significa que ele prevê a capacidade de manter conversas simples sobre assuntos relacionados ao trabalho, escola e lazer. Além disso, inclui a habilidade de compreender mensagens em rádio e televisão, bem como questões atuais, entre outros. Os critérios principais para avaliação incluem:

  • Compreensão oral;
  • Interpretação de texto;
  • Análise de estruturas de comunicação;
  • Leitura;
  • Domínio de vocabulário.

De acordo com os requisitos do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QECR), o nível B1 deve ser atestado por meio de um certificado emitido por uma instituição de ensino público ou reconhecida pelos ministérios de Educação e de Relações Exteriores da Itália.

O QECR é composto por seis níveis de referência A1, A2, B1, B2, C1 e C2, que são utilizados para avaliar o nível linguístico do indivíduo.

Onde tirar o certificado B1?

Você pode realizar o exame de proficiência em diversas escolas de idiomas, além de locais específicos em várias cidades brasileiras. Para saber qual a instituição oficial mais próxima de sua residência que aplica a prova, acesse o site do Consulado Italiano que abrange sua região e verifique.

Aqui temos o exemplo das informações disponíveis no site do Consulado Italiano do Rio de Janeiro.

Quando é necessário saber falar italiano?

Como mencionamos lá no início deste artigo, nem todos os casos de reconhecimento de cidadania italiana exigem que você saiba falar italiano e precise apresentar o certificado B1 para comprovar o conhecimento na língua. Somente é necessário quando:

  • A obtenção da cidadania for através do matrimônio (naturalização)

Neste caso, o certificado deverá ser apresentado juntamente com toda documentação solicitada no início do processo.

Essa regra é aplicada tanto para casamentos civis entre casais heterossexuais quanto homoafetivos, e é importante ressaltar que, na Itália, a união estável não é equiparada ao casamento civil, como ocorre no Brasil.

Após viver em solo italiano por pelo menos 10 anos, com exceção dos cidadãos da União Europeia, o indivíduo pode solicitar o reconhecimento da cidadania. Um dos documentos exigidos para o processo também é o certificado B1.

O período de residência pode ser reduzido em alguns casos: [fazer tabela]

7 anos

Para pessoas adotadas por cidadãos italianos antes de 1983.

5 anos

Para adotados por italianos após completarem 18 anos, refugiados políticos, apátridas ou pessoas que tenham prestado serviços ao país por esse período.

4 anos

Para cidadãos nascidos em países da União Europeia que residam na Itália.

3 anos

Para pessoas que sejam descendentes de italianos até o segundo grau ou que tenham nascido na Itália.

Em geral, saber falar italiano e ter o nível B1 é necessário para aqueles que não apresentam em sua linhagem de sangue nenhum parentesco direto com italianos.

Precisa de ajuda para tirar a sua cidadania italiana?

Nós da Cidadania Já realizamos o sonho de mais de 15 mil pessoas de obter a dupla nacionalidade. Se você precisa de ajuda para entender melhor sobre o seu caso ou está com dificuldades para encontrar a documentação de seus familiares, fale com a gente e saiba como podemos te ajudar.

Temos uma equipe especializada diretamente da Itália, tornando a ponte entre os dois países mais rápida e simples. Não espere mais para realizar seu sonho e se tornar um cidadão europeu!