Reciclagem – Portugal

Share

Falar sobre reciclagem e medidas de redução de resíduos urbanos tem se tornando um tema cada vez mais presente no nosso dia-a-dia e que deve sim, ser abordado e estudado! É de extrema importância discutirmos sobre o assunto e buscar por soluções que possam ser alcançadas.

Reciclar nada mais é do que o processo de transformar algo que que já não teria mais utilidade em algo útil. Quase 100% do resíduo humano pode ser reciclado e reaproveitado, com exceções de itens como papel higiênico, etiquetas, fotografias, fita crepe, fraldas descartáveis e esponjas de aço.

Infelizmente ainda não existe no mercado uma tecnologia que possa fazer a reciclagem desses produtos. Eles são encaminhados ao lixo comum, causando um acúmulo ainda maior de resíduos além dos orgânicos.

Portugal

Segundo informações da Sociedade Ponto Verde, entidade criada em 1996, no ano de 2019 a reciclagem em Portugal subiu 11% referente ao período anterior. Foram mais de 175 mil toneladas de produtos que de alguma maneira foram processados e reutilizados.

Além de diversas empresas fazerem sua parte e “cuidarem do seu próprio lixo”, a população portuguesa tem o hábito de reciclar e reutilizar praticamente tudo. Carros, móveis, vestuário e itens de casa em geral são utilizados até estragarem, ou quando não são mais úteis, doa-se a quem precisa. Essa cultura faz com que haja um acúmulo menor de resíduos domésticos que não podem ser transformados e reciclados.

Em algumas cidades como no Porto, não colocar seu lixo de forma correta e em condição mínima de higiene nos contentores, não separá-lo de forma adequada, ou até não recolher dejetos de seu animal, podem ser aplicadas multas entre 75 à 1.000 euros.

Outra questão adotada pelo país é sobre à sacolas (sacos) de plásticos na sessão de frutas, legumes e verduras em supermercados. Foi aprovada uma lei, que passa a entrar em vigor a partir de junho de 2020, proibindo a distribuição desses sacos, sendo de responsabilidade do consumidor levar as compras e utilizar sacolas reutilizáveis ou de pano.

Lembrando que a distribuição gratuita de sacolas nos supermercados também já foi suspensa em Portugal há alguns anos, ainda é possível comprar caso seja de gosto do consumidor, mas vamos lá… Não custa nada utilizar um saco reutilizável não é?

Tipos de contentores

Atualmente existem mais de 43 mil contentores em Portugal. Eles são divididos em cores diferentes para facilitar a separação e a identificação de cada resíduo.

Amarelo – Plásticos e Metais

Sacolas, embalagens de plástico em geral, latas de refrigerante ou de conservas. Importante esvaziar os recipientes por completo.

Azul – Papel e Cartão (Papelão)

Jornal, revistas, rolo de papelão, caixas de papel.

Importante não molhar o papel.

Verde – Vidros

Garrafas e frascos.

Não se deve depositar copos, pratos e lâmpadas nessa sessão.

Cinza ou Preto – Indiferenciados

Papel usado de banheiro, louças, panos, fraldas, embalagens com gordura.

Marrom – Orgânicos

Em algumas cidades já existe esse tipo de contentor próprio para resíduos orgânicos como frutas, cascas, pão, grãos, legumes, madeira, flores, palha.

Caso não encontre esse contentor, deposite esse itens no de “indiferenciados”.

Óleo alimentar

O descarte desse produto deve ser feito em pontos próprios espalhados pelos bairros ou em supermercados. Nunca descarte o óleo na pia da cozinha, ele ajuda no entupimento dos canos e polui a água.

Roupas e calçados

Além de poder doar para instituições de sua cidade, existem pontos de coleta específicos onde você deposita suas peças usadas em sacos fechados essas são doadas a entidades carentes ou mesmo a Cruz Vermelha.

Normalmente estes contentores são de cor verde ou branca com adesivos indicando o descarte de roupas.

Pilhas, lâmpadas, cápsulas de café e baterias

Esses tipos de produtos devem ser depositados em locais próprios. Normalmente em grandes mercados e shoppings você encontra os contentores específicos para o descarte.

Reciclar e reutilizar precisa ser um assunto cada vez mais presente no nosso cotidiano, se cada pessoa fizer sua parte e separar seus resíduos já é suficiente!

Eai, gostou das medidas adotadas por Portugal? Tem vontade de morar no país? Entre em contato com nós do Cidadania Já e saiba se você tem direito de cidadania portuguesa, ou saiba mais sobre nosso planejamento personalizado de viagem.