Mês do aniversário - DESCONTOS PROGRESSIVOS - Garanta até R$ 5.000 de desconto - CHAME SUA FAMÍLIA - 

Tradição e muita alegria, conheça o Carnaval de Portugal

Share

Todos sabemos que a festa de Carnaval no Brasil é sem dúvidas uma das maiores comemorações carnavalescas do mundo, mas se engana quem pensa que na terra do bacalhau e do vinho não exista uma festa contagiante, cheia de tradição, cores e muita dança.

A origem da festa do Carnaval é desconhecida. Por um lado, defende-se que está relacionada ao culto de Ísis, a deusa da fertilidade e da maternidade. Por outro, que as festas ocorrem em honra de Dionísio, da Grécia clássica. Existem registros da origem da festa em bacanais e outros festejos romanos de grande libertinagem, com uso de máscaras. Outros dizem ainda que as suas origens estão na Idade Média.

Quando falamos mais especificamente das diferenças do Carnaval entre Brasil e Portugal, uma das questões de maior destaque é a estação do ano que decorre a festa. Em Portugal, o inverno se inicia em 21 de dezembro e vai até 20 de março, ou seja, sempre a festa ocorre nos meses mais frios do ano, inclusive em períodos propícios para chuva. Em contrapartida, no Brasil temos praticamente todos os estados com altas temperaturas.

Se você pretende passar o Carnaval na terrinha, saiba que existem algumas cidades onde a festa é destaque nacional! Vamos a elas?

OVAR

Localizado próximo a Aveiro, região centro-norte do país, a cidade é famosa por fazer uma das maiores festas de Carnaval do país! A primeira edição aconteceu em 1952 e desde então todos os anos milhares de pessoas visitam a cidade para aproveitar a folia.

Carnaval de Ovar

Além do desfile tradicional de rua, com direito a carro alegórico, passistas e muita diversão, acontece também o “Carnaval das Crianças”, exclusivo para o público infantil, onde diversas instituições de ensino e escolas básicas levam as crianças para brincarem e dançarem.

Há também o “Carnaval Sênior” e o tradicional baile de máscaras.

TORRES VEDRAS

Na cidade de Torres Vedras, localizada a 50 km de Lisboa, o carnaval já é uma tradição! No desfile se juntam os foliões, crianças, as “matrafonas” (homens vestidos de mulheres) e os cabeçudos, sempre com muita música popular portuguesa e no final um lindo show de fogos.

Os tradicionais “cabeçudos”

Os dias são caracterizados pelos desfiles de carros alegóricos, seguidos de DJs e festa nos bares e palcos pelo centro histórico, com especial destaque para os desfiles de domingo e da terça-feira de Carnaval.

PODENCE – MACEDO DE CAVALEIROS

Situado na região norte de Portugal, a cidade de Podence desde 2019 integra a lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO com seu tradicional carnaval de “caretos”.

Caretos

Conheça os outros Patrimónios Históricos da Humanidade em Portugal.

O “careto” é uma fantasia usada por homens que vivem naquela região, as roupas são feitas de listras coloridas com capuz e uma máscara com nariz bem saliente. A brincadeira acontece quando esses homens saem às ruas com chocalhos na cintura fazendo barulhos, dançando e correndo atrás das mulheres solteiras. Segundo a história local, essa relação entre os caretos com as mulheres simboliza a fertilidade que a terra começa a ganhar naquela época do ano.

Além dessas cidades, alguns outros locais como Sesimbra, Funchal (Ilha da Madeira), Sines e Alcobaça são outras cidades onde o Carnaval de rua é comemorado em grande estilo, com carros alegóricos, muita música e diversão.

CARNAVAL 2021 – COVID19

Por conta da pandemia causada pela COVID19, a festa de Carnaval em 2021 foi adiada em todas as cidades, sem nenhuma exceção. Como medida alternativa, algumas escolas básicas fizeram festas exclusivamente para os alunos e transmitiram o evento online.

Outra medida adotada pelo governo foi não dar tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval devido ao confinamento geral decretado e no sentido de travar as habituais festas e celebrações. Lembrando que em Portugal o Carnaval é considerado como feriado facultativo, ou seja, não é oficial, ficando a cargo dos municípios (em caso de funcionários públicos) ou das empresas particulares.