“Acho que já deu”: Sinais de que você precisa de um recomeço em 2018

"Acho que já deu": Sinais de que você precisa de um recomeço em 2018

É verdade, para muita gente o ano de 2017 não foi lá essas coisas. Pior: o ano ainda nem acabou e já tem uma galera fingindo viver em 2018 só para se sentir melhor. Se você esteve pensando sobre isso ou busca uma realização nessa virada, veio ao lugar certo. Essa postagem foi planejado para ajudá-lo a entender o que é possível mudar e redescobrir para que você comece o ano que vem – por que não? – com o pé direito.

 

1 – Por que não tentar algo novo?

Muita gente tem medo do desconhecido – e acaba se conformando com o que já tem. Falta a famosa coragem de dar a volta por cima. Se você é uma dessas pessoas, é hora de soltar as amarras. Resgate aquele sonho de infância, faça valer a pena. Às vezes a gente acredita que seria necessário embarcar em uma montanha russa de emoções para melhorar nossas semanas, dias, sentimentos. Às vezes o que realmente precisamos é de um contexto diferente: um novo trabalho, uma área de estudo desprendida, novos amigos, novos ares… É com pouco que se vai longe.

 

E falando em longe, às vezes precisamos ir além dos nossos limites para entendermos por que não estamos satisfeitos com o que temos por perto. Os recomeços sempre nos surpreendem quando estamos fora da nossa zona de conforto – porque somos obrigados a criar novas zonas de conforto. Experimente fazer aquela viagem que você sempre sonhou, fazer um intercâmbio ou até mesmo dar uma chance para o destino fazer o trabalho: experimente.

 

2 – Como a gente pode ajudar você nessa empreitada?

Muita gente não sabe, mas a maior parte dos brasileiros têm descendência europeia. Mais do que isso: muita gente tem direito de tirar uma dupla cidadania e não sabia. Já imaginou o quão mais fácil seria se esse “pulinho” na Europa não precisasse de tanta burocracia assim? Pois é, nós aqui do blog pensamos. E é por isso que queremos ajudá-lo.

 

tirar passaporte português

Portugal é uma boa opção.

 

Às vezes esse 2018 inovador pode ser o melhor ano da sua vida – porque é hora de se reinventar, recomeçar e redescobrir. E tem lugar mais incrível do que Portugal para fazer isso? A famosa “terrinha” foi considerada mais de uma vez um dos lugares com melhor qualidade de vida do mundo. Ameno, calmo, simples e lindo. Não dá para não se encantar e esquecer um pouco o que nos fazia mal em outro momento.

 

Não podemos e nem devemos lidar com nossos problemas de 2017 recriando um ano que foi ruim. E a gente sabe: às vezes é só mudar o cenário que aquele problemão que não conseguíamos resolver simplesmente parece pequenininho. Basta olhar de um ângulo diferente. A mudança precisa começar de dentro para então crescermos enquanto seres humanos. Viajar para entender nossas próprias necessidades é um dos melhores conselhos. É muito mais simples do que a gente imagina, basta passar um tempo sozinho ou ao lado de quem a gente ama – tudo para descobrirmos qual é nossa real vocação, seja no estudo ou no trabalho, seja na profissão ou na vida pessoal.

 

Viajar para Portugal

Deixe seus sonhos viajarem com você. Viajar para Portugal em 2018 pode ser uma ideia melhor ainda.

 

3 – Dicas para tirar cidadania portuguesa

A cidadania portuguesa poderia facilitar esse recomeço. Não só porque Portugal faz parte da União Europeia – e por isso possibilita a livre circulação no território do primeiro mundo -, mas também porque uma documentação como essa facilita muito na hora de se estabelecer em algum lugar, especialmente se for para estudar ou trabalhar. E 2018 promete ser um ano incrível, superando 2017 em todos os sentidos: facilitar nosso dia a dia é apenas um dos pontos chave.

 

Se você acha que a cidadania portuguesa pode não ajudá-lo da maneira como espera, faça nosso teste. Dessa forma, você entenderá sobre ter ou não direito ao documento e saberá mais a respeito do quanto o mundo é muito maior que nossos problemas. A gente quer dar aquele empurrãozinho que você estava procurando. Ajudar o próximo nos ajuda também.

 

Teste de cidadania portuguesa

Indo fazer o Teste de Cidadania Portuguesa agora

 

4 – Entenda sobre Passaporte Europeu

É verdade, o “vermelhinho” é o sonho de muita gente nesse Brasil. O país é grande, mas a sua força de vontade precisa ser maior. Tirar o passaporte europeu pode ser mais simples do que você imaginava. Reúna os documentos necessários, entre em contato com o consulado e seja feliz. A gente falou um pouco mais sobre esse processo em outras postagens aqui do blog. E não perca tempo: a cidadania europeia pode trazer para você o recomeço e a redescoberta que citamos ali em cima.

 

É aquele velho ditado: “Se eu quero, eu posso”. Faça esse ditado ser real 🙂

 

Em tempos de crise, é comum vermos muita gente desistindo, se conformando com as sobras do amontoado de problemas. Esse e só mais um motivo para querermos ir além. As pessoas esperam ver um exemplo – e você pode ser o exemplo delas. Correr atrás dos nossos sonhos e lutar para que amanhã seja melhor que o hoje já são atitudes que provam isso. Às vezes achamos que uma simples busca na internet (“Como tirar cidadania portuguesa“) é inocente, mas as respostas podem ser muito mais óbvias do que o esperado. O complicado se torna fácil, a dúvida se torna certeza e o problema vira solução. Essa é a sua oportunidade de dar a volta por cima. Mostre a todo mundo – e principalmente a você mesmo – o quanto ninguém pode dizer que não podemos mudar, melhorar e reinventar.

 

Passaporte europeu para facilitar a sua vida.

Passaporte europeu para facilitar a sua vida.

 

E que tal começar a criar essa mudança hoje? Não precisamos esperar 2018 para que nossos dias melhorem. Ainda restam algumas semanas para que 2017 chegue ao fim. Se já começarmos agora a construir o famoso “futuro melhor”, quando o futuro chegar ele já será incrível.

 

E aí? Vai adiar seus sonhos mais uma vez? Não, né? Conta pra gente sobre os seus planos de vida! Porque aqui vocês já sabem: a cidadania – e todos os sorrisos – são para já!

Share

Igraínne Marques é formada em Literatura pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e escreve desde que se lembra. Autora do romance "Joana e Maurício", lançado pela Editora Buriti em 2014, costuma dizer que o mundo é uma aventura. Atualmente trabalha como revisora, colunista, redatora e escritora, tendo se dedicado especialmente à fantasia. Começou também outra faculdade: dessa vez, Comunicação - embora possa ser encontrada com mais frequência em qualquer supermercado comprando Nutella.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *